Histórico

As origens do Curso de Licenciatura em Matemática da UEFS remontam à criação do Curso de Licenciatura Curta em Ciências, com habilitação em Matemática, Biologia, Física e Química, no ano de 1970. A primeira cadeira de Matemática foi ocupada pelo professor Carloman Carlos Borges. Em 23 de janeiro de 1973, foi aprovada a criação do Curso de Licenciatura Plena em Matemática na UEFS (na época, FUFS) cuja implantação não se efetivou pois, no ano seguinte, o Regime Militar extinguiu os cursos de licenciatura específica.

Em 1976, ano de fundação da UEFS, foi criado o Curso de Licenciatura Plena em Ciências que habilitava professores para o ensino de Biologia ou de Matemática. Este formato não dava o devido e necessário aprofundamento dos conhecimentos matemáticos e pedagógicos para o professor da Educação Básica. Assim, para atender a essa demanda, colocava-se latente a necessidade de oferta de um Curso de Licenciatura em Matemática. O Curso de Licenciatura em Matemática da UEFS foi aprovado e obteve autorização para o seu funcionamento em outubro de 1986, através da Resolução CONSEPE nº 07/86 e da Resolução CONSU nº 03/86 e reconhecimento através da Portaria Ministerial nº 414 de 16 de março de 1994, publicada no DOU de 17 de março de 1994, para atender à necessidade ingente de formar professores de Matemática para atuarem na Educação Básica.

O currículo 314 foi o primeiro do Curso de Licenciatura em Matemática, o qual foi avaliado e reestruturado diversas vezes para se adequar às exigências legais e necessidades sociais e educacionais.A primeira reforma curricular significativa começou em 14 de maio de 2003, quando o Colegiado do Curso de Licenciatura em Matemática na sua 59ª Reunião Ordinária, criou uma comissão para trabalhar exclusivamente na construção do projeto pedagógico - currículo 318. Embora as justificativas institucionais para a oferta do Curso de Licenciatura em Matemática fossem basicamente as mesmas da época de sua criação, a sua concepção original sofreu fortes mudanças com a implantação do projeto pedagógico do currículo 318, principalmente porque, na década de 90, a política educacional brasileira foi foco de muitas discussões a partir do que foi estabelecido pela Lei nº 9394/96, Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB) e pelos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN).

O professor da Educação Básica deixou de ser um mero transmissor de conhecimentos, avançando-se para a construção de uma postura crítica do educador, considerando as necessidades individuais e dando a todos os cidadãos a oportunidade de desenvolver suas potencialidades. A partir das exigências da Resolução CNE/MEC nº 2 de 1º julho de 2015 e Resolução CNE/MEC nº 1 de 9 de agosto de 2017, o Colegiado do Curso de Licenciatura em Matemática, em sua 137ª Reunião Ordinária, realizada em 30 de outubro de 2017, decidiu criar uma comissão para adequar-se à supracitada resolução.

Recomendar esta página via e-mail: